Namaskar!

Namaskar é uma saudação que quer dizer  ‘Com a pureza da minha mente e o amor do meu coração a Entidade Divina que está em Mim saúda a Entidade Divina que está em Ti.´ De acordo com Shrii Shrii Anandamurti (nosso preceptor) utilizamos NAMASKAR quando saudamos outra pessoa, e NAMASTÊ quando saudamos a Grande Consciência que permeia todas as coisas. Esta saudação é feita, com as palmas das mãos juntas, os polegares tocando o ponto entre as sobrancelhas e, em seguida o coração.

Centro de Bem-estar Om Shanti ~

(Pelo Carolina Bergier − Jornalista ambiental, escritora e praticante de Yoga há 7 anos. A busca pela consciência integral permeia sua vida)

Namah significa “Eu saúdo”, a raiz da palavra, kr, quer dizer algo como “fazer” e ghain é simplesmente um sufixo comum em Sânscrito.

Então, quando combinamos essa palavra com o gesto de levar as mãos unidas ao ponto entre os olhos enquanto abaixamos a cabeça em direção ao coração, estamos – conscientemente ou não – dizendo: “Eu saúdo com minha mente e com o amor que reside no meu coração a Divina Consciência que habita dentro de você.”

Então, quando dizemos “Namaskar”, não estamos nos relacionando somente com o ser humano por assim dizer, mas entendemos que aquela pessoa é a manifestação da consciência que nos une.

E Namastê?

Como vimos, Namah significa “Eu saúdo” e te significa você. Ou seja, “Eu lhe saúdo”. Nesse caso, o “você” se refere à Consciência Divina Suprema e não a um ser humano.

Por isso, em diversas tradições yoguis, Namastê só é utilizado com uma Entidade Divina e Namaskar se usa para saudar o Supremo que reside no ser humano, lembrando que a existência de cada um de nós tem o mesmo “valor”.

Somos todos centelhas divinas, expressões de algo infinito.

Se essa breve explicação trouxer conforto ao seu coração, você provavelmente fará o mesmo que eu e passará a utilizar o termo Namaskar no fim de suas práticas de Yoga.

Se não, continue fazendo como seu corpo intuir.

Namaskar!

Buscas