P.R. Sarkar

Shrii Shrii Anandamurti

Também se chama Shrii Shrii Anandamurti, o nosso preceptor; nasceu na cidade de Jamalpur, Bihar, Índia ao amanhecer num dia de lua cheia de maio de 1921, no mesmo dia em que Buddha nasceu a cerca de 2.250 anos atrás. Seu nome civil era Prabhat Ranjan Sarkar, o mesmo nome usado em seus livros sobre ciências sociais.

Todos os membros de sua família se recordam de vê-lo, ainda numa tenra idade, freqüentemente, sentado em sua cama no meio da noite, meditando. Na escola, sua memória admirável e compreensão de incontáveis fenômenos científicos e fatos geográficos surpreendiam a todos.

Baba costumava passar suas férias na tranqüila residência de seus ancestrais em Bamunpara, Bengala Ocidental. Ele permanecia em sua cama por longo tempo, fato que levou sua irmã a chamá-lo de preguiçoso, porque não estudava nem brincava com as outras crianças. Ela disse que ele não sabia nem escrever seu nome. Então Baba escreveu seu nome em cinco formas de escrita diferentes: Bengali, Arábico, Romano, Devamagrii e Tamil.

Muitos anos mais tarde ele mencionou que com a idade de 7 anos, enquanto passava longas horas deitado na cama em Bamunpara, já planejava o futuro da Ananda Marga.

Ele nunca teve um professor espiritual ou um guru. Com 18 anos, enquanto estava cursando o colégio de ciências de Calcutá, ele iniciou seu primeiro discípulo, um criminoso que planejava roubá-lo.

Antes de concluir o nível médio, em 1941, Baba deixou a escola e retornou à Jamalpur para trabalhar no Departamento de Contabilidade da Rede Ferroviária, para ajudar a sustentar sua família. Ele tornou-se conhecido como quiromante e fonte de bons conselhos. Secretamente iniciou diferentes pessoas nas práticas espirituais. Então, eles começaram a chamá-lo de Shrii Shrii Anandamurti, que significa a personificação da bem aventurança.

Finalmente, no final de 1954 Baba se reuniu com todos os seus iniciados numa pequena sala no escritório da rede ferroviária onde trabalhava. Na primeira semana de 1955, ele fundou formalmente a Ananda Marga, com o lema de "autoconhecimento e serviço à humanidade". Ele começou a treinar pessoas casadas para tornarem-se acaryas, e em 1962 criou uma ordem de monges e monjas.

Em 1959 Baba casou-se e teve um filho, demonstrando que a família não é impedimento para uma vida de dedicação suprema. Finalmente, em 1966 ele renunciou ao seu emprego e mudou-se para comunidade rural da ananda Marga em Purulia, onde começou a trabalhar por tempo integral como Presidente da Ananda Marga. Em mais 1.000 hectares de terra, ele orientou a criação de um vasto centro comunitário agrícola e educacional.

A organização cresceu rapidamente por toda a Índia. Foi e ainda é, até hoje a base do governo do estado de Bengala Ocidental. Porém os governantes da época sentiram-se ameaçados pela expansão dos programas sócio-econômicos de Baba conhecidos como PROUT (Progressive Utilization Theory), e em reação, iniciaram uma campanha de violenta perseguição à organização, que alcançou seu clímax sem 29 de Dezembro de 1971, quando Baba foi aprisionado injustamente como prisioneiro político, por sete anos, em Patna. Baba jejuou por mais de cinco anos em protesto contra seu envenenamento por um agente do governo, até que foi inocentado de todas as acusações e libertado em 2 de Agosto de 1978.

Já em 1981 Baba iniciou uma histórica revisão do progresso espiritual dos acaryas e margiis, chamada Dharma Samiks/ª E entre 1982 e 1990, Baba compôs 5018 canções, conhecidas coletivamente por Prabhat Samgiita, que são encantadoras pelo seu ritmo, melodia, harmonia e significado.

Ele apresentou a visão universal através da filosofia do Neo-Humanismo que inclui as plantas, animais e objetos inanimados como parte de uma grande família da criação. Sua teoria do Microvita criou uma nova perspectiva na pesquisa científica. Nos últimos dias de sua vida introduziu um sistema global de universidade integrada chamado Gurukul.

Então, em 21 de Outubro de 1990. Repentinamente, ele se foi. Como os lírios descrevem em uma canção: "Você veio para este universo sem que ninguém soubesse, e se vai sem contar a ninguém".

Baba possuía um corpo humano, porém sua mente era extraordinária fonte de conhecimento e sabedoria. Ele deixou um legado de mais de 200 livros sobre diferentes assuntos e matérias científicas que estão sendo utilizados por diferentes universidades em todo o mundo.

Isto é uma modesta tentativa para revelar um pouco deste mistério chamado Shrii Shrii Anandamurti